DICAS E RAZÕES PARA COMPRAR EM BRECHÓ

quarta-feira, 9 de agosto de 2017


Se você foi a um brechó terrível na sua cidade, cheia de peças sujas se amontoando com cheiro de usadas, respira, esse conceito de loja está mudando!
De algum tempo para cá, o mundo da moda tem olhado para trás e tem visto o quanto de potencial existe na roupa dos anos 70 e 90, a prova disso está nas últimas temporadas de desfiles, que lançam tendências.
Muitas mulheres de classe alta, também venderam ou doaram suas peças de grifes, o que fez com que crescesse o mercado de peças usadas de luxo, afinal, ter uma bag Chanel Vintage, é puro luxo.
As peças de casas de Alta Costura de Paris, as grifes de Nova York, Milão e Londres, que sustentam o mercado de luxo do mundo, possuem peças vintage com preços astronômicos e ninguém faz cara feia para elas, e sim, são objetos de desejo de todas.
Outro fator que nos ajuda a perder esse preconceito em comprar em brechó são as plataformas online. Você pode comprar
horrores direto das pessoas que estão repassando e dividir no cartão em 12 vezes.
Faça uma experiência e comece comprando uma peça. Ai, você vai ouvir muitos elogios, vai ver que ninguém vai ter a mesma roupa (de verdade, ninguém, nada de mico na balada), e vai querer comprar mais, mais e mais.
Acredite, é viciante. Se você topar esse desafio ou se está em dúvida se deve ou não comprar em brechós, aqui vai alguns toques e dicas que irão te encorajar:
  • Sustentabilidade e cuidado com o meio ambiente: Quando você compra uma peça usada ou repassa uma sua, você está automaticamente aumentando o ciclo de vida dessa roupa. Essa ação, diminui a compra de peças novas, consequentemente diminui a produção da indústria têxtil, que é segunda mais poluente do mundo. Um respiro para o nosso planeta.
  • A Moda Vintage tem potencial: As semanas de moda de NY estão ai para provar isso e você sempre vai achar uma camisa ou jaqueta jeans em um brechó, peças que nunca saem de moda.
  • Tenha paciência. Nem tudo que tem em brechó é lindo e é a sua cara, por isso coloca a paciência pra funcionar para garimpar muito, pois no fim sempre compensa.
  • Pesquise antes de comprar: Você pode sim achar em um brechó aquela saia hippie que está super na moda agora e custa R$ 200 nas lojas comuns, por R$ 60,00 ou bem menos. Então, se você quer tendência, pesquise que você vai achar.
  • Peças novas, com etiqueta e algumas de grifes, muito mais baratas: Sim, muita gente compra por impulso, nunca usa e passa pra frente, e nem todas as peças de brechó são usadas ou velhas, tem muita coisa boa, barata, com etiqueta de marcas de estilistas renomados.
  • Economia: Não tem comparação o valor de uma roupa nova com uma de brechó. São preços incríveis e você vai economizar muito.
  • Roupas exclusivas: Sim, nada de parecer estar de uniforme quando chegar a um lugar, pois todos estão com a mesma roupa e estilo. Foca, que ninguém vai estar igual a você.
  • Peças atemporais: Peças com cortes e tecidos atemporais, que você vai poder usar a vida toda.
  • Look novo com velho: Já pensou aquela sua blusinha toda linda da moda atual com uma saia vintage? Essa é uma dica super valiosa de styling que agrega no seu look.
  • Aumenta sua criatividade: Se você compra uma peça onde não existe nenhuma dica de look, não tem uma formula pronta, isso te estimula a pensar criativamente em como usá-la, afirmando também seu estilo pessoal.
Com todas essas dicas e motivos, fica difícil não querer comprar em brechó, não é? Outra dica importante é que assim que você estiver com a sua peça em mãos não deixe de lava-la.
Caso tenha dúvidas sobre a lavagem, em nosso outro post, damos dicas de como higienizar corretamente e cuidar das suas peças.
Em tempos de não pensar, de consumo excessivo e desenfreado, que tal parar, repensar e repassar? Mude a sua opinião sobre peças usadas e brechós, pois eles são uma alternativa ética de consumo. Aposto que você vai tomar a decisão certa. 
Veja alguns looks montados(pela blogger Carolina Burgo) com peças de brechó

Postar um comentário

© Blog da Tami. Design by Tami.